OAB Prova Prática Dicas de Livros e mais…

August 25, 2009 at 4:40 am (OAB) (, , , , , , , , )

Depois de meu triunfo, tenho a obrigação de passar aos mais novos e inexperientes algumas dicas para a Prova Prática da OAB de Civil.

Eu levei 33 livros (uma mala GRANDE CHEIA). Depois da prova vi que exagerei um pouco. Se eu fosse fazer uma lista resumida e útil para a prova, eu indicaria essas obras:

Livros:
– CC e CPC comentado do Theotônio Negrão;
– CC, CF e CPC comentados do Nelson Nery JR;
– Os volumes 1 a 6 das Sinopses Jurídicas da Saraiva;
– Todos os volumes da coleção do Venosa;
– Lei do Inquilinato comentada;
– Vademecum com as leis secas e súmulas;

Mais do que isso é exagero. O certo é escolher um bom CPC e CC comentados com legislação extravagante. Ficar levando mil livros é lenda, apesar de dar uma certa confiança ao candidato. O Nelson Nery JR e o Theotonio Negrao tem bons Códigos com várias leis comentadas e dá pra se virar com isso.
As Sinopses Jurídicas na minha sala foram aceitas, porque não tem modelo de petição.
Na minha sala teve um comentário que a Seccional de SP chegou a proibir o Theotônio, mas acho difícil isso acontecer denovo.
Os livros podem estar destacados com marca-texto, mas sem anotações. Pode colocar marca página para facilitar a busca.

Outros pontos:

– Quando receber o caderno de provas definitivo, primeiro leia sua capa ATENTAMENTE. Marque mentalmente ou no caderno de rascunho os pontos importantes. NÃO MARQUE NADA NO CADERNO DEFINITIVO, além daquilo que é obrigatório (assinatura na capa e respostas).

– NUNCA, JAMAIS, EM HIPÓTESE ALGUMA escreva qualquer coisa no caderno definitivo, que não seja a própria resposta e a assinatura na capa. Não marque datas, não sublinhe coisas importantes na questão, nem asterisco, nem NADA. Para escrever isso você tem o caderno de rascunho. Qualquer marcação no caderno de provas e a CESPE pode entender que você está identificando-a e te desclassificar.

– Faça primeiro as questões, dando preferência àquelas que você sabe ou são mais fáceis de procurar. Faça no caderno de rascunho a resposta, leia e releia, corrija erros de português e, assim que estiver pronta, já transcreva para o caderno de provas. Quanto mais calmo estiveres para escrever no definitivo, melhor ficará a aparência da prova (aparência conta ponto!).

– Homens: letra bonita e entendível é fundamental.

– Errou uma palavra ou viu que a questão inteira está errada? Não tem problema. Passe um traço (UM SÓ) em cima de todas as palavras a serem anuladas e comece denovo. Não coloque entre parenteses. Errar não é o problema, o problema é fazer cagança na folha, deixando tudo feio e a pessoa que corrigir não saber a diferença da resposta e do que está anulado.
Quanto a isso, eu sei de uma pessoa que, depois de escrever duas folhas da petição, viu que era a petição errada. Riscou tudo (conforme orientação da CESPE – um traço em cima das palavras) e fez a outra petição que achava certa. Resultado: Foi aprovada mesmo com a rasura bizarra.

– Nas questões, cada resposta tem um artigo de lei correspondente. É só achá-lo e pronto. Mas fica a dica de cursinho: se achou o artigo, sempre leia os 5 anteriores e os 5 posteriores. As vezes pode “parecer” que a resposta é uma, mas é outra.

6 Comments

  1. Kamylle said,

    Poxa! excelentes dicas!!! Pena (no meu caso) que as obras que vc indica são de Civil e Processo Civil, pois minha pretensão é fazer Trabalhista, mas, quanto ao restante das dicas, são essenciais!!!
    Muito obrigada caro amigo!
    Parabéns por sua preocupação com o próximo!
    Você é uma pessoa com princípios raros em nosso cotidiano.
    Valeu!

  2. Rodolfo said,

    Voce tem o gabarito da prova de penal?
    Obrigado.

    • tiadocafe said,

      Infelizmente não.

  3. Eduarda said,

    Vi agora os livros! =)

  4. matheus gueiros said,

    Olá amigo, fiz a prova passada da OAB 2009.3, mas, ao errar, passei um traço e coloquei entre parênteses. Será que pelo uso dos parênteses minha prova pode ser anulada por conter identificação?
    grato.

    • tiadocafe said,

      Vc já deve saber a resposta, mas para fins de consultas futuras de outros candidatos, o certo não é fazer parenteses, pois pode caracterizar a identificação da prova. Deve-se, sempre, observar restritamente o que está escrito no caderno de prova. Mas cada caso é um caso.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: